Neste momento dirijo-me à Sociedade Brasiliense e Brasileira, principalmente aos senhores Juízes e responsáveis pelo julgamento da matéria técnica, envolvendo o ex – Presidente Luís Inácio Lula da Silva.

Na minha condição como Jurista Arbitral, declaro o seguinte:

– O sistema de desenvolvimento econômico – social introduzido no Brasil, pelo Presidente Lula, com o sistema da democracia participativa, alavancou o país, servindo de exemplo para todas as economias do mundo.

Preocupados com a gestão revolucionária do Presidente Lula, os países historicamente colonizadores encarregaram as forças estratégicas dos Estados Unidos (Norte Americanos) a tomadas de atitudes emergenciais.

Preocupava o fato do Presidente Lula estar construindo uma hegemonia, considerando a economia e a formação educacional, envolvendo os países da America Latina e do Caribe.

A chegada do Presidente OBAMA à Casa Branca  facilitou a aproximação das Forças Estratégicas Norte Americanas ao Estado Oficial de Cuba, usando as mãos da coexistência pacífica do Vaticano, freiando o ativismo critico lulista

Estima-se que os programas para o desenvolvimento industrial, na gestão do presidente Lula, colocaram o Brasil nos trilhos, com perspectivas para igualar-se a China atual. Como exemplo, a expansão do São Francisco,a construção de Siderúrgicas e portos marítimos, culminando com os investimentos nos metrôs e demais obras relacionadas as Olimpíadas.

Excelentíssimos senhores Juízes

Considerando que temos atualmente no Brasil uma crise de competências, não existindo nomes no quadro dos gestores públicos com condições de assumir a Presidência da República, colocando o país entre as primeiras do Hanker das nações  super desenvolvidas.

Sem motivações ideológicas partidárias, constata-se existir motivos suficientemente concretos para que o nome de ex – Presidente Luís Inácio Lula da Silva conste na lista dos candidatos às eleições de 2018.

Nota-se que mesmo “não abrindo a guarda” com reticências, uma grande parte dos cientistas políticos de todo o mundo o reconhece como “ Maior Estadista das últimas décadas”; “ Ele é o cara”, como afirmava o Presidente OBAMA.

Excelentíssimos senhores magistrados do STF, do MP. e Senhores Juízes encarregados do julgamento no dia 24 de janeiro de 2018.

Concretamente toda a população brasileira será gratificada quando, por hipótese, o futuro Presidente Lula.

– usando os trilhões de R$ (reais) “ guardados” nos cofres estrangeiros pela JBS como resultado das negociações com o couro do gado bovino, saído ilegalmente do Brasil há mais de seis anos; o Brasil abate, regularmente , 100 mil cabeças.

– Quando o Presidente Lula cobrar da Noruega os trilhões de dólares e euros adquiridos na exploração, há 40 anos, da celulose e com a exploração de Biodiversidade da Amazônia. Atualmente a Noruega grilou toda a Amazônia dando em troca pequenas ajudas Salvacionistas, aos povos da floresta.

Temendo perder espaço, a Noruega cobra do governo Brasileiro a expulsão dos destruidores da Floresta.

Focamos a presença da Free Boi, investindo no desmatamento para o cultivo do gado de corte.

Quando, ainda “por hipótese” usando esta fortuna, o Presidente Lula aplicará bilhões nos salários dos servidores, nos parques de pesquisas  das Universidades, na revitalização da economia dos 5525 municípios, na humanização da grande população favelada, levando um trilhão de reais  para o controle das riquezas dentro dos nove estados da Floresta. Valendo –se das corporações FAB/Exercito e Marinha.

Neste termos, Senhores, optando pela Democracia Participativa, o presidente Lula descartou os caminhos da “Ditadura do Proletariado”, assegurando o sistema de distribuição das riquezas, com o uso produtivo livre da Terra (constata-se que os produtos da agricultura familiar estão segurando as rédeas da inflação).

Conclusão:

A vale esta terceirizando as terras nobres, sucateando o patrimônio de grande valor agregado com resultados desastrosos para o meio ambiente. Pela falta de cláusulas especificas da terceirização no contrato individual, quando da privatização pelo governo FHC.

O Brasil sobreviverá, a justiça justa sobreviverá, Lula sobreviverá.

José Araujo Wagner

Jurista Arbitral

Sociólogo