Madalena com os servidores da Secretaria de Turismo, Pitágoras e Inêz e artesãos de Braslândia

Madalena com os servidores da Secretaria de Turismo, Pitágoras e Inêz e artesãos de Braslândia

O artesanato era considerado ha bem pouco tempo, apenas como uma diversão, um passatempo agradável, geralmente executado apenas pelas mulheres que não trabalhavam fora e ocupavam seu tempo livre com essa arte.
Aos poucos mais e mais pessoas começaram a aderir. Algumas por passatempo, outras por profissão e hoje artesanato é sinônimo de renda familiar, abraçada por homens e mulheres, no mundo inteiro.
No Distrito Federal a arte já tem leis regulamentando a profissão, estatutos e associações organizadas.
Em Brazlândia os talentos na arte de produzir beleza com linhas, lãs, telas e outros materiais são muitos. Homens e mulheres com o dom da criação de peças maravilhosas estão buscando se credenciar, através da confecção da carteira de artesão.
20170323_153238

No dia 23 de março último, a Secretaria de Turismo foi até esses profissionais para a confecção da carteira coletiva. Mais de vinte artesãos fizeram suas credenciais e já são profissionais.
Madalena da Mata, responsável pela união dos artesãos em Brazlândia, cedeu sua residência para que a secretaria atendesse aos artistas, que puderam mostrar e demonstrar suas criações para os profissionais do governo, que não pouparam esforços para confeccionar o maior numero de carteiras possível.