Saúde vacina mais de 607 mil pessoas na campanha contra influenza

Dados parciais correspondem a 77% do público-alvo imunizado. A partir de segunda-feira (3/6) doses serão destinadas a toda a população

Mariana Raphael/Secretaria de Saúde
Os dados parciais da área técnica da Secretaria de Saúde registraram um total de 607.905 pessoas vacinadas contra a gripe no Distrito Federal até o momento, o que correspondeu a 77% do público-alvo imunizado. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza terminou na sexta-feira (31/5) para os grupos prioritários. A partir de segunda-feira (3/6), conforme determinação do Ministério da Saúde, as doses restantes serão destinadas a toda a população.

Dentre o público-alvo, os idosos representaram a maior cobertura vacinal ao longo da campanha, atingindo 100,2% até o momento, com 204.144 imunizados. Os funcionários do sistema prisional ficaram em segundo lugar, com 89,3% de cobertura e 21.558 vacinados. Em seguida, as crianças de seis meses a menores de 2 anos, com 76,2%, representados por 49.564 imunizados.

Os militares representam a menor cobertura, com 56,5% e 16.212 vacinados. Depois, as crianças na faixa etária de cinco anos, que tiveram 59,7% de cobertura vacinal, com 23.786 imunizados.

“Essa estatística vai subir mais. Terão doses que entrarão no balanço, e talvez algumas salas de vacinação vão abrir no sábado (1º/6), imunizando os grupos prioritários. Então, somente na segunda-feira (3/6), teremos os dados definitivos”, frisou a gerente da Imunização do DF, Renata Brandão.

Prevenção

Secretário de Saúde, Osnei Okumoto participou da abertura do Dia D de Vacinação contra o Influenza

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal alerta que a imunização é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da gripe grave e suas complicações. Por isso, as pessoas integrantes do público-alvo da campanha de vacinação contra o vírus influenza devem procurar, o quanto antes, as unidades básicas de saúde (UBS) mais próximas de suas residências para serem vacinadas.

O objetivo do Ministério da Saúde era alcançar 90% do público-alvo, composto por crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, idosos, professores, profissionais da saúde, população de encarcerados, portadores de doenças crônicas, indígenas e, ainda, bombeiros e policiais civis e militares da ativa. A vacina se destina, também, aos adolescentes e jovens com idade entre 12 e 21 anos em medida socioeducativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Código de verificação. Digite o texto abaixo para enviar o seu comentário : *

Reload Image