Borboletário do Zoológico de Brasília exibe 40 espécies

Borboletatio

Quase 40 espécies podem ser admiradas no Borboletário da Fundação Jardim Zoológico de Brasília, que abriga até 500 borboletas, entre a Caligo beltrao (conhecida como olho de coruja), a Danaus plexippus (monarca), a Dryas julia e a Ascia monuste. Algumas podem viver apenas semanas, outras, meses. Criado há dez anos, o espaço com cerca de 200 metros quadrados fica dentro do zoo e abre de quinta-feira a domingo, das 9 horas às 12h45 e das 14 às 17 horas.
O horário para visitação não é o mesmo do zoo (de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas) porque os insetos são muito sensíveis ao comportamento humano, explica o diretor da Curadoria de Artrópodes da fundação, Vinicius Pereira. Segundo ele, a presença contínua de pessoas no recinto pode prejudicar o ciclo da vida das borboletas, desde o acasalamento até a fase alada, quando elas deixam o casulo e voam. O período em que não há visitas é necessário para que se complete a metamorfose. “Todo mundo acha que a borboleta é só o animal que voa, mas você tem todo um processo que a constitui”, enfatiza o diretor.
Entrada (do zoo): R$ 10 (quem tem até 5 anos e pessoas com deficiência e o acompanhante não pagam. Idosos com 60 ou mais, estudantes, crianças até 12 anos, professores e beneficiários de programas sociais dos governos distrital ou federal, mediante a apresentação da carteirinha, pagam meia-entrada) e R$ 5 nas sextas, sábados e domingos durante o período de férias escolares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Código de verificação. Digite o texto abaixo para enviar o seu comentário : *

Reload Image